Sintomas de alarme de um arrhythmia e recomendações ao tê-lo

É conhecido como arritmia para perturbação ou perturbação do ritmo cardíaco que uma pessoa pode sofrer em qualquer momento de sua vida. Pode ocorrer por vários motivos, desde doenças cardíacas graves, até simples alterações do batimento cardíaco pela execução de algum exercício físico.

É importante conhecer os tipos de arritmia para identificar o que pode estar gerando e como seus sintomas devem ser tratados: bradicardia É caracterizada por uma diminuição da frequência cardíaca abaixo do normal, 80 batimentos por minuto.

Enquanto o taquicardia refere-se ao aumento da freqüência cardíaca para níveis acima do normal, 100 batimentos por minuto.

Deve-se notar que nem todos os pacientes apresentam sintomas. Estes podem ou não ocorrer, dependendo do motivo que causou o distúrbio cardíaco; Normalmente, quando o paciente vai a um centro de saúde é porque ele está apresentando um quadro grave do distúrbio, como insuficiência cardíaca.

Sintomas comuns a sofrer de alterações na frequência cardíaca

Tontura

Freqüentemente, o paciente com "tontura" experimenta uma sensação de instabilidade que pode se tornar desagradável e perigosa, incluindo perda de equilíbrio e audição.

Quando a tontura é sentida acompanhada por alterações na frequência cardíaca, muito regularmente, podemos estar na presença de uma patologia grave; você deve ir ao médico o mais rápido possível para receber um tratamento adequado que deve ser seguido à risca. Não é aconselhável, sob nenhuma circunstância, interrompê-lo ou alterá-lo.

Síncope

Refere-se ao desmaio e perda de consciência do paciente, neste caso, nos referimos à síncope que é vivenciada pela alteração do ritmo cardíaco, produzindo, insuficiência do suprimento sanguíneo necessário para o funcionamento do cérebro ou uma aceleração descontrolada dos mesmos.

Nós falamos de um sintoma muito delicado, portanto, deve consultar o médico o mais rápido possível para evitar complicações sérias.

Fadiga

Pode ser sofrido como resultado da arritmia; É um sintoma comum e, em geral, experimenta-se uma sensação de cansaço, fraqueza, sonolência e vontade de descansar.

Não representa necessariamente um aviso sério, pode ser o caso de uma arritmia benigna devido a alguma atividade física ou a uma mudança emocional súbita. Recomenda-se a prática de técnicas de respiração e relaxamento.

Palpitações

O batimento cardíaco, em geral, passa despercebido pela maioria das pessoas; É por isso que "sentir palpitações" geralmente é um sintoma ou um alarme do distúrbio do ritmo cardíaco.

Os pacientes podem sentir isso como uma sensação de aceleração do batimento cardíaco, o que pode ser muito irritante. Deve ser um motivo para consulta médica quando ocorre com muita frequência.

Angina

Resulta da condição de que o coração pode sofrer por falta de oxigênio e fluxo sanguíneo, como conseqüência do distúrbio ou alteração da freqüência cardíaca devido ao efeito de outras patologias, como a arteriosclerose; supondo a obstrução de alguma artéria devido à presença de substâncias gordurosas.

Freqüentemente gera dor no peito e sensação de opressão. Esse sintoma deve receber muita atenção, é muito delicado e pode produzir a morte se não for tratado a tempo.

Poliúria

Após este sintoma, o paciente urina com maior frequência devido ao aumento da velocidade do fluxo sanguíneo. Ocorre quando a freqüência cardíaca aumenta para níveis mais altos que o normal.

Insuficiência cardíaca

É frequente quando o coração experimenta ritmos cardíacos anormais, muito acelerados ou muito diminuídos, impossibilitando o preenchimento de sangue e oxigênio. É uma advertência séria, pode gerar conseqüências severas ao organismo, até a morte. Por esse motivo, o médico prescreverá o tratamento adequado.

Recomendações gerais a serem consideradas para prevenir sintomas de arritmia

  • A importância está em ir ao médico rapidamente quando estes sintomas são experimentados. Cada um destes pode significar um grupo de alarmes importantes, que o organismo lança para nos avisar sobre a presença de alguma patologia grave, permitindo-nos tomar as medidas necessárias a tempo, evitando com isso, múltiplas complicações.
  • Siga as recomendações do médico, faça os tratamentos sem alterá-los para evitar recaídas.
  • Fique longe, na medida do possível, de situações que geram estresse, e assim evitem, que possam piorar qualquer problema de saúde e piorar seus sintomas.
  • Manter uma dieta equilibrada, eliminando as gorduras saturadas.
  • Incorporar rotinas de exercícios, realizar atividades que gerem bem-estar.

Tratamientos naturales para vértigos y mareos por Adolfo Pérez Agustí (Fevereiro 2019)