Síndrome de Burnout ou Trabalhador Queimado: o que é, sintomas, causas e tratamento

O síndrome de burnout É um tipo de estresse no trabalho, que resulta em um esgotamento físico e mental que afeta diretamente a autoestima e que tem como característica a perda de interesse em seu sentido de responsabilidade e pode, em alguns casos, atingir profundas depressões.

Pessoas que estão em contato com a linha de fogo, ou pessoas que estão em contato direto com o cliente, se chamam de call center ou atendimento ao cliente.

As pessoas mais expostas à síndrome do abandono são: pessoas que sentem que seu trabalho é chato, plano; que têm muito pouco controle sobre as atividades que desenvolvem em seu trabalho, sentem-se desorientados, perdidos.

Sintomas da Síndrome de Burnout

Quando as pessoas sofrem desta síndrome tendem a manifestar uma série de sintomas bastante característicos, embora seja verdade que em muitos casos é difícil chegar a um diagnóstico preciso e preciso.

Quando alguém é afetado pela síndrome de burnout, você manifesta as seguintes características em sua personalidade:

  • Ele se torna cínico no trabalho.
  • Ele fica impaciente com clientes e colegas de trabalho.
  • Ele se sente desiludido e insatisfeito com seu trabalho.
  • Ele sofre de insônia e tem pesadelos sobre seu trabalho.
  • Isso afeta diretamente os seus hábitos: chame-se de comida, álcool, et cetera.
  • Começa a sofrer fortes dores de cabeça, cintura e assim por diante.

Ser afetado por esta doença logicamente traz consequências negativas na saúde, dependendo da gravidade da síndrome pode ser mais ou menos grave. Os mais comuns são os seguintes: depressão, ansiedade, insônia, fadiga, deterioração cardiovascular, colesterol alto, diabetes, obesidade, úlceras, perda de peso, alergia, asma, etc.

Como enfrentar e superar essa síndrome

Em primeiro lugar, e como comentamos em uma nota anterior, a primeira coisa a fazer é reconhecer que uma está se manifestando e tem um problema. Então pegue este problema e como um terceiro passo, e não último, peça e vá ajudar um profissional.

Em seguida, daremos algumas dicas para resolver esse problema:

  1. Identifique o que causa o estresse. Uma vez identificado, você pode planejar um guia para resolver o problema.
  2. Diga ao seu chefe qual é o problema e tente resolvê-lo em equipe.
  3. Resgate os pontos positivos das atividades que você faz no trabalho e o que mais gosta. Melhore as relações pessoais com seus colegas de trabalho. Além do ambiente de trabalho, realizam atividades que o recompensam fora do ambiente de trabalho e propõem ter momentos para descansar física e mentalmente.
  4. Procure ajuda dentro e fora do trabalho conversando com amigos, profissionais e assim por diante.
  5. Avalie seu interesse e se você chegar ao ponto de análise profunda e perceba que esse trabalho não é para você decidir pegar e procurar um emprego alternativo.
  6. O exercício diário chamado atividade física ajuda a desconectar. Isso pode ser por andar na praça, andar de bicicleta, nadar ou fazer qualquer outra atividade física que relaxe você.
  7. Podemos também incluir yoga, tai chi ou qualquer outra atividade física alternativa que renove positivamente nossa energia e nos ajude a combater o burnout para sempre.
Este artigo é publicado apenas para fins informativos. Não pode nem deve substituir a consulta com um psicólogo. Aconselhamos que consulte o seu psicólogo de confiança.

O que é síndrome de Burnout? - Terapeuta do FalaFreud explica (Pode 2019)