Consumindo alimentos frescos: benefícios para a saúde

Vivemos em um momento em que a existência de alimentos processados ​​e alimentos congelados coloca em perigo no consumo de alimentos frescos.

E é que o alimentos frescos Eles se tornam produtos não processados, preservam ou manipulam. Por esta razão, muitos são os especialistas no mundo da saúde que recomendam seguir uma regra vital de nutrição: consumir fresco e, se possível, local (do lugar onde vivemos).

Até certo ponto esta recomendação é compreensível, dado que se a comida que comemos for fresca, asseguraremos o fornecimento de nutrientes de qualidade em quantidade.

Por exemplo, se eles são conservantes biológicos, não há dúvida de que eles terão eliminado o risco de aditivos químicos, antiglutinantes e conservantes.

Benefícios do consumo de alimentos frescos

Como já mencionamos brevemente, um dos principais benefícios de alimentos frescos é que vamos garantir nutrientes de qualidade e, acima de tudo, quantidade.

Não em vão, tendem a ser a melhor opção para fornecer energia ao cérebro, ajudando a preservar a memória em perfeitas condições.

Isto é assim porque, por exemplo, o alimentos frescos elas ajudam a criar neurotransmissores que trazem benefícios antioxidantes, evitam alterações no humor controlando até mesmo a presença de algumas substâncias neurotóxicas no cérebro e ajudam a memorizar aumentando a produção de energia nos neurônios.

Uma forma de comprar alimentos frescos é ir a uma feira de alimentos ou mercado em nossa cidade, onde há produtos trazidos diretamente do local de origem, sem serem manipulados.

Entre os exemplos mais importantes de tipos de alimentos que usam alimentos frescos como a base diária da dieta, o mais importante comida orgânica e a comida vegetariana. Este artigo é publicado apenas para fins informativos. Você não pode e não deve substituir a consulta com um nutricionista. Aconselhamo-lo a consultar o seu nutricionista de confiança.

5 peixes enlatados que você pode consumir (Pode 2019)