Saúde e beleza: peeling para limpar a pele em profundidade

Mantenha o pele Limpo é, fundamentalmente, um dos primeiros gestos de saúde e beleza, pois o que mostramos no exterior será um verdadeiro reflexo de como nos sentimos e estamos dentro.

No entanto, entre um dos gestos de beleza e higiene mais eficazes, encontramos descamação ou o esfoliação, pois com esta simples e simples ação conseguimos remover as células mortas que estão em nossa pele, e isso parecerá muito mais luminoso e claro. O descamação Isso pode ser feito simplesmente usando uma esponja natural com o produto de limpeza, sendo esta prática uma das mais recomendadas para peles normais, finas ou secas.

Mas para peles mais grossas com uma certa tendência de gordura, a melhor coisa é uma esfoliação com produtos mais "fortes": máscaras baseadas em própolis, argila branca ou aveia.

Qual é o peeling e para que serve?

Basicamente, poderíamos definir o peeling como um procedimento que fornece a possibilidade de rejuvenescer a pele ajudando a remover as diferentes células mortas que com o tempo tendem a se acumular completamente e completamente naturalmente, eliminando as diferentes camadas superiores da pele que estão danificadas.

Ou seja, a casca oferece a possibilidade de remover a camada de pele superficial que contém células mortas e que, portanto, também pode ser danificada, para revelar uma camada muito mais renovada, macia, brilhante e, sobretudo, mais jovem.

Dependendo do objetivo, existem diferentes tipos de peeling: químico, mecânico e enzimático. Quais são as suas diferenças e quando usar um tipo de casca ou outro?

  • Peeling químico:O peeling é feito aplicando-se, na pele, uma solução química que atua removendo as camadas superiores danificadas, tornando-as mais novas e mais macias. Entre outras funções, este tipo de peeling ajuda a tratar as rugas e as linhas típicas de expressão, cicatrizes e seqüelas deixadas pela acne, bem como a eliminar manchas faciais. Para a sua aplicação, é muito importante preparar a pele para uma limpeza profunda.
  • Peeling mecânico:É um tipo de peeling muito mais profundo, que permite através da aplicação de uma esfoliação intensiva com pontas de diamante e com polimento manual, a extração de espinhas, cravos e comedões. Deixa, portanto, uma pele muito mais fina e completamente livre de impurezas, sendo ideal para deixar a pele lisa e selar os poros dilatados.
  • Peeling enzimático:Tipo de peeling que permite renovar a pele da face e do corpo. Para este propósito, soluções naturais que são extraídas de frutas são fundamentalmente utilizadas. Permite eliminar as camadas superficiais da derme e eliminar por sua vez os poros dilatados. É muito mais natural, pois por não conter nenhum tipo de ácido, o pH da pele é equilibrado. Além disso, não tem efeitos colaterais e permite que você tenha certeza de que as reações alérgicas não ocorrerão.

Virtudes e benefícios do peeling

Entre as propriedades de peeling mais importantes e a própria esfoliação, descobrimos que, graças às suas diferentes propriedades de suavização, purificação e limpeza, ajudamos a manter a proteção natural da nossa pele. Isso, claro, sem contar a limpeza e a esfoliação que fazemos em nossa própria pele.

Permite desfrutar de uma pele muito mais lisa e suave, uma vez que renovamos as camadas superficiais do mesmo, removendo não apenas as impurezas (como cravos, espinhas e comedões), mas também as células mortas que costumam acumular-se nele. Um processo, a propósito, absolutamente natural e normal.

Embora a escolha do tipo de peeling dependa diretamente dos gostos pessoais de cada um e do propósito que se busca com ele. Além disso, especialmente, dependendo da recomendação feita pelo especialista em cosméticos (pois a pele sensível tende a não suportar os efeitos do peeling químico, por exemplo). No entanto, é verdade que o peeling enzimático, sendo mais natural, tende a ser mais respeitoso com a pele e seu pH.

Imagens de Istockphoto. TemasPele

Pelling de diamante X Pelling de cristal (Setembro 2019)