Como o café afeta sua fertilidade e diminui as chances de gravidez

Ao longo dos anos para as diferentes bebidas estimulantes com cafeína, destacando-se acima de tudo café Por ser um dos mais populares, eles sempre foram cercados por algumas dúvidas, mitos e crenças diretamente relacionadas ao seu possível efeitos negativos quando se trata de engravidar.

A verdade é que nos deparamos com abordagens que são mais do que crenças demonstradas e verificadas cientificamente.

Nesse sentido, numerosos estudos conseguiram demonstrar que excesso de cafeína prejudica mulheres que querem engravidar, uma vez que é uma substância que afeta negativamente a fertilidade.

Especialistas e acadêmicos médicos até colocaram quantias na mesa: beber regularmente uma xícara e meia de café todos os dias atrasa a concepção. Mas seus efeitos não terminam aqui, pois aumenta o risco de sofrer um aborto espontâneo.

Também foi demonstrado que o café reduz a capacidade do corpo de uma mulher absorver ferro, um mineral essencial não apenas para a própria saúde da mãe, mas também para o próprio feto durante a gravidez.

Portanto, é recomendável que, se você quiser engravidar, elimine bebidas ricas em cafeína, como café, chá, refrigerantes e bebidas energéticas. Além disso, você sabia que as bebidas isotônicas também contêm altos níveis de cafeína?

O melhor? Tente optar por sucos naturais e água. Bebidas descafeinadas também podem ser úteis, mas algumas também contêm cafeína, embora em pequenas quantidades.

Café e fertilidade feminina

A capacidade de conceber um bebê depende de muitos fatores, influenciando não apenas o histórico de ambos os pais, mas também os hábitos alimentares de cada um, já que alguns alimentos limitam a capacidade reprodutiva de ambos e especialmente da mãe.

Como indicado acima, um desses alimentos ou bebidas que geram dúvidas no momento do consumo e da fertilidade é o café, porque a cafeína reduz uma grande parte das chances de conceber um bebê, por isso é aconselhável reduzir o consumo antes da concepção e durante a gravidez.

Seria essencial que a futura mãe reduzisse o consumo do alimento, uma vez que numerosos estudos confirmaram o forte impacto que têm na fertilidade feminina.

O que acontece se eu consumir café antes de conceber?

Como mencionamos anteriormente, o café limita a capacidade das mulheres de conceber, pois faz com que o organismo diminua para capturar o ferro, um dos minerais mais importantes a conceber iodo e ele Ácido fólico; e pode até causar anemia.

É aconselhável tomar menos do que o habitual e se for eliminado da dieta ainda melhor, não só o café contém cafeína, chá ou refrigerantes também contêm quantidades de cafeína que podem prejudicar o desenvolvimento do feto quando estiver grávida.

No caso das gestantes, o consumo de cafeína pode prejudicar a saúde do bebê, provocando abortos espontâneos ou a morte do feto.

Se você está tentando conceber um bebê limita o consumo de cafeína de certos líquidos, como café, isotônicos, chá ou refrigerante, porque não só reduzir a fertilidade, se eles não podem causar um aborto espontâneo.

E o homem?

No caso do homem, a coisa não está tão clara, já que é verdade que até poucos anos atrás se pensava que a cafeína era prejudicial à sua fertilidade por influenciar a baixa produção de espermatozóides, estudo realizado no Brasil. mostrou que ele conseguiu aumentar a velocidade do espermatozóide.

Nesse sentido, o mais aconselhável é reduzir a quantidade de café que um homem que quer ter filhos bebe por dia, reduzindo-o a um ou dois no máximo. Este artigo é publicado apenas para fins informativos. Não pode e não deve substituir a consulta com um médico. Aconselhamo-lo a consultar o seu Trusted Doctor. TemasCafé de Fertilidade

Aumentando as chances de engravidar (Julho 2019)