Hipocalcemia: o que é, sintomas, causas e tratamento

O cálcio É um mineral fundamental para o nosso corpo. Torna-se, de fato, o mineral mais abundante que encontramos no corpo humano, embora aqueles que o contenham em maior quantidade sejam ossos e dentes. No entanto, você sabia que o cálcio, o sangue, os neurônios, os tecidos do corpo e também outros líquidos presentes no nosso corpo também contêm cálcio?

Entre outras funções importantes, é fundamental para o desenvolvimento de ossos e dentes fortes, para a adequada coagulação do sangue, para o relaxamento e contração dos músculos, para o envio e recebimento dos diferentes sinais nervosos, para a secreção de certos produtos químicos e hormônios, bem como para uma freqüência cardíaca normal.

Encontramos cálcio especialmente em produtos lácteos (como leite, iogurte, queijo e manteiga), que se tornam a melhor fonte. Mas há também outras fontes de cálcio, como verduras de folhas verdes (brócolis, couve, repolho, couve chinesa e nabos), certos peixes (salmão e sardinha enlatada), vegetais secos e nozes (sementes de girassol e nozes). do Brasil).

O que é hipocalcemia? Em que consiste?

Nós poderíamos definir o hipocalcemia como uma doença em que os níveis de cálcio no sangue diminuemabaixo dos valores normais. Ou seja, estamos diante de um desequilíbrio eletrolítico, que consiste na presença de baixos níveis de cálcio no sangue.

Os valores de cálcio são considerados normais em adultos entre 4,5 a 5,5 mEq / L, ou 8,5 a 10,2 mg / dL.

Em caso de diminuição dos valores de cálcio no sangue, o médico pode avaliar a possibilidade de analisar os valores de albumina, de modo que, se também for baixo, é muito importante que o nível de cálcio seja corrigido (o que será maior se a albumina for baixa).

Quais sintomas ele produz?

Como o cálcio está diretamente relacionado à função dos nervos e músculos, um dos sintomas mais comuns da hipocalcemia é a aparência de um irritabilidade neuromuscular, causando fasciculações ou espasmos. Por isso, geralmente produz sintomas principalmente nos níveis ósseo, nervoso e muscular.

Mas os sintomas dependem da velocidade em que ocorre a diminuição dos níveis de cálcio no sangue. Assim, por exemplo, quando a hipocalcemia já existe há algum tempo, pode não haver sintomas, apenas sinais leves, como ardor ou dormência nos dedos (o mesmo ocorre quando os valores de cálcio são ligeiramente baixos).

Comuns são dores musculares, além de ter o sensação de formigueiro nas mãos, pés e boca.

Além disso, sinais como falta de ar e palpitações acompanhada de contrações irregulares, podendo até produzir desorientação, delírios e alucinações, principalmente quando os valores de cálcio no sangue são muito baixos.

Quais são suas causas?

Existem muitas causas que podem influenciar direta e indiretamente a diminuição dos níveis de cálcio no sangue. Os mais comuns são a existência de certos déficits nutricionais, como vitamina D ou magnésio. Ou por hábitos pouco saudáveis, como consumir bebidas alcoólicas.

Pode ser devido a outras causas mais sérias e graves, como a existência de insuficiência renal crônica, certos tipos de distúrbios sanguíneos ou leucemia e a síndrome de lise tumoral (quando o tratamento quimioterápico quebra rapidamente as células tumorais).

Também pode ser produzido por outras causas, como o consumo de certos medicamentos (diuréticos, estrógenos, glicose, insulina, laxantes) ou por tratamentos como os bisfosfonatos.

Como isso é tratado?

O tratamento médico depende da causa da hipocalcemia e do grau. Por exemplo, depende se é uma hipocalcemia aguda que aparece rapidamente, se é crônica ou se é acompanhada por baixos níveis de magnésio no sangue:

  • Hipocalcemia aguda: consiste na administração de cálcio por via intravenosa.
  • Hipocalcemia crônica: administração oral de suplementos de cálcio e vitamina D
  • Hipomagnesemia: consiste na presença de baixos níveis de magnésio no sangue. É tratado pela administração de magnésio por via intravenosa.
Este artigo é publicado apenas para fins informativos. Não pode e não deve substituir a consulta com um médico. Aconselhamo-lo a consultar o seu Trusted Doctor.

Hipocalemia – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos. (Fevereiro 2019)