Prevenar 13: vacina contra pneumonia. O que é, quando começa e efeitos colaterais?

Pneumonia é inflamação dos pulmões causada principalmente pela infecção de um vírus, ou também por uma bactéria (não são as únicas causas, uma vez que também pode ser causada por parasitas e fungos). No entanto, é verdade que A maioria dos casos de pneumonia é causada por vírus, especialmente rinovírus, adenovírus e vírus influenza (gripe).

Seus sintomas são diversos, embora o mais comum seja a dor intensa localizada no lado do tórax onde ocorreu a infecção, expectoração, tosse, febre alta e calafrios.

Embora a pneumonia já tenha sido considerada uma doença perigosa, hoje em dia, quando uma criança fica doente, tende a se recuperar com alguma facilidade, e também sem sequelas, sendo capaz de ter uma vida absolutamente normal. Não obstante, pode se tornar complicada e causar sérias conseqüências nos pequenos, pode produzir um derrame pleural (acúmulo de líquido entre as camadas de tecido que revestem os pulmões).

Por outro lado, é também uma doença que pode ser prevenida, já que as crianças são pequenas por uma nova vacina, conhecida pelo nome de Impedir 13.

O que é o Prevenar 13? O que é esta vacina?

Esta vacina recebe esse nome peculiar porque, do ponto de vista médico, é uma vacina para 13 tipos de pneumococos, que oferece maior segurança para os menores da casa, imunizando-os contra treze tipos de pneumococos, causando não apenas pneumonia, mas também otite e meningite.

Poderíamos dizer que é uma versão melhorada do clássico Prevenir, desde que de fato esta primeira vacina só imunizou contra 7 pneumococos (em vez dos atuais 13).

Como estão as doses? Quantas vezes eles são colocados?

A vacina Prevenar 13 é administrada em quatro doses a crianças de 2 a 24 meses (isto é, entre 2 meses a 2 anos de idade). Geralmente é distribuído da seguinte forma:

  1. A primeira dose: Começa aos 2 meses de idade.
  2. A segunda dose: Começa após 4 ou 5 meses de vida.
  3. A terceira dose: Chega a 6 ou 7 meses de vida.
  4. A quarta e última dose: É entre 12 a 24 meses.

É colocado de maneira rápida e fácil, de maneira superficial, por uma pequena punção e destaca por ser uma vacina geralmente bem tolerada pelos bebês, por não produzir efeitos adversos locais ou gerais.

É, como vemos, uma vacina muito importante com base nos claros resultados obtidos nas Comunidades Autónomas onde as crianças foram maciçamente vacinadas: houve uma redução de 72% nos casos de pneumonia bacteriana, 54% de meningite e 45% de empiema.

Efeitos colaterais após a colocação Prevenar 13

Como indicado acima, temos uma vacina que é geralmente bem tolerada pela maioria dos bebês. Mas, como acontece com todas as vacinas, alguns efeitos colaterais podem ocorrer, embora o normal seja que isso não aconteça.

No caso de Prevenar 13 pode haver um pouco de febre ou um pouco de febre poucas horas após a administração da vacina. Reações também podem ocorrer no local da injeção, como inchaço, dor e vermelhidão.

Outros efeitos adversos podem ocorrer, como irritabilidade, diminuição do apetite e sonolência.

Quanto custa?

Até 2016, os pais que gostariam de vacinar seus bebês com Prevenar 13 (por ser uma vacina opcional e não obrigatória), tiveram que pagar 75 euros por dose, de modo que as quatro doses chegaram a 300 euros.

Porém, desde janeiro de 2016, a vacina Prevenar 13 faz parte do calendário estadual de imunização, a ser finalmente introduzido pelo Ministério da Saúde, por isso não apresenta nenhum tipo de custo para os bebês nascidos após essa data.

Nestes casos, a vacina se torna 3 doses: Será em 2, 4 e 12 meses. O motivo? Segundo os especialistas, por se tratar de uma vacinação universal, aparentemente seriam suficientes 3 doses, pois há mais crianças vacinadas. Este artigo é publicado apenas para fins informativos. Você não pode e não deve substituir a consulta com um pediatra. Aconselhamo-lo a consultar o seu pediatra de confiança.

Novas vacinas contra miningite (Fevereiro 2019)