Estimulação do sistema imunológico contra o câncer

O câncer é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma das principais causas de morte no mundo, chegando a 7,6 milhões de óbitos em 2008. Entre os mais frequentes encontramos câncer de pulmão, estômago, fígado, cólon e mama.

Embora nas últimas décadas tenha havido um grande progresso no entendimento de por que o câncer aparece, quais são suas causas e o que o causa, ainda há um longo caminho a percorrer quando se trata de encontrar tratamentos efetivos que atinjam uma alta porcentagem da maioria dos pacientes. os casos.

Uma das novas esperanças da medicina vem da mão de uma série de drogas que estimulam o sistema imunológico, que se mostraram eficazes em melanomas e, em menor grau, em cânceres de pulmão e rins.

Como o tratamento imunológico contra o câncer funciona e age?

1) O sistema imunológico destrói células malignas ou tumorais.

2) Certas células tumorais têm em sua superfície uma série de moléculas que atuam como um escudo.

3) Algumas dessas drogas atuam sobre essas proteínas, fazendo com que o sistema imunológico do corpo (especialmente os linfócitos) seja capaz de reconhecer o tumor e atacá-lo novamente.

Imunoterapia como tratamento na luta contra o câncer

Embora a estimulação do sistema imunológico seja uma estratégia que vem atuando há décadas como tratamento na luta contra o câncer, nos últimos anos tem-se progredido no conhecimento dos mecanismos que permitem ao nosso sistema imunológico combater células cancerígenas

Precisamente essas investigações têm proporcionado a possibilidade do desenvolvimento de certas drogas, ainda em sua maioria experimentais, que treinam os leucócitos (as células do sistema imunológico) para detectar e, posteriormente, combater as células tumorais, esquivando-se dos chamados estratégias de decepção que os tumores se desenvolvem.

Pelo menos por enquanto os resultados mais positivos têm sido obtidos no tratamento do melanoma avançado, o que permite aos médicos acreditar que é possível abrir uma nova etapa no combate à doença.

Mais informações | El País Este artigo é publicado apenas para fins informativos. Não pode e não deve substituir a consulta com um médico. Aconselhamo-lo a consultar o seu Trusted Doctor. TemasCâncer

Imunoterapia no Tratamento de Câncer (Agosto 2019)