As vantagens e benefícios de comer em família

Com a vida estressante que levamos e a velocidade com que fazemos as coisas, em muitas famílias, as refeições são diferentes e diferentes ao mesmo tempo, para cada membro dela. Comer em família proporciona uma série de bons hábitos alimentares e sociais que oferecem ferramentas para ajudar crianças e adolescentes a se alimentarem melhor e respeitarem as boas práticas.

A Universidade Complutense de Madri estabelece que as refeições em família são mais do que comer alimentos ao mesmo tempo e têm repercussões muito importantes, tanto na saúde, na educação quanto no comportamento de crianças e adolescentes. E isso além das vantagens nutricionais.

Os benefícios de comer em família com nossos filhos

Crianças mais saudáveis

Comer pelo menos três refeições por família a cada semana é associado a ter filhos saudáveis, de acordo com um estudo publicado em Pediatria. Com base nisso, realizar 3 ou mais refeições por semana em família reduz em 12% a probabilidade de as crianças estarem acima do peso.

Não deve haver controle excessivo, porque podemos produzir o efeito oposto, mas podemos estabelecer padrões alimentares saudáveis. É por isso que o estudo também concluiu que as famílias que fizeram isso juntas, pelo menos 3 vezes por semana, notaram uma queda de 20% na escolha de alimentos não saudáveis.

Maior comunicação

A reunião convida todos a serem mais participativos, incentivando a comunicação entre pais e idosos. Embora não seja usual, também é muito favorável não só comer pais e filhos juntos, mas também avós, a fim de obter uma comunicação mais aberta e sentir muito mais pertencimento à família.

Experiências emocionais e nutritivas

Segundo a Universidade Complutense de Madri, essas refeições são geralmente a base para preparar as memórias de alimentos que se formam na infância e depois sobrevivem na vida. Esta é a soma de experiências sensoriais que intervêm na comida, no toque e no gosto, e isso determina, de alguma forma, nossas escolhas alimentares.

Influências na saúde mental de menores

Os resultados de um estudo indicaram que os filhos de famílias que costumavam comer juntos tinham um nível de autoestima mais alto, estavam mais conectados com seus pares e tinham maior capacidade de tolerância diante das adversidades. Além disso, o estudo concluiu que eles também tinham menos problemas de saúde mental do que seus pares.

Evitar problemas alimentares

Quando todos juntos comem, é muito mais fácil detectar quando há um sério problema de saúde e comida. Vemos o que nossos filhos comem ou não e entendemos se eles podem estar passando por um distúrbio, e até mesmo com o diálogo, para reconhecer se eles têm outros problemas, mesmo que não sejam de natureza alimentar.

Dicas para uma boa refeição em família

Estar em uma família não é suficiente para que as vantagens mencionadas sejam realizadas. É necessário estabelecer uma série de bons hábitos e cercar-se do melhor ambiente para que as crianças comam e se sintam bem.

Por exemplo, uma grande parte dos pediatras concorda que é melhor comer com a televisão desligada, não olhar para o telefone ou falar ao telefoneisto é, que há uma concentração máxima na comida e naquelas pessoas que temos ao nosso redor. Também Recomenda-se fazer refeições com bastante frutas e vegetais, deixando para trás os açúcares e gorduras.

Embora cada família seja diferente e cada criança também, com a harmonia das reuniões de família é procurada, então é melhor não forçar a criança a terminar o prato inteiro, ela terá o suficiente quando estiver cheia, sempre dentro de um conjunto de regras a seguir.

Também não é bom recompensar a criança quando a placa é terminada ou comer algo que não é do seu agrado, é bom reconhecer esse fato, mas não dar prêmios toda vez que algo novo terminar. As crianças costumam sempre pedir seu prêmio, o que cria um círculo vicioso do qual é difícil escapar.

Antes da refeição em família, é bom que a criança também possa lavar a louça, ajudar na cozinha, ver a comida crua, a sua preparação e colocar e retirar a mesa como algo mais do que a rotina familiar. Este artigo é publicado apenas para fins informativos. Você não pode e não deve substituir a consulta com um pediatra. Aconselhamo-lo a consultar o seu pediatra de confiança. TemasAlimentação infantil

7 Benefícios De Ter Uma Dieta VEGETARIANA/VEGANA | Minha Jornada Para Perder Peso | Rafa Rocha (Pode 2019)