Três decepções que fazem parte de nossas vidas

Embora não o desejemos, as decepções surgem mesmo nos momentos mais inesperados. São situações em que parece que o mundo está vindo sobre nós porque não têm solução. No entanto, é aí que temos de extrair forças da fraqueza para superá-las e assim poder olhar para a frente o mais rápido possível.

É importante perceber que há decepções que parecem inerentes ao ser humano. Todo mundo já sofreu uma vez. Portanto, devemos ter uma mente fria para entender que, mais cedo ou mais tarde, as superamos.

Por esta razão, através deste artigo, vamos contar-lhe algumas das decepções com as quais você inevitavelmente terá que lidar em sua vida. Certamente, muitos de vocês já os superaram, mas não é errado lembrá-los no caso de um amigo precisar de um homem para confiar na forma de conselho e ajuda.

Decepções amorosas

Parece que o mundo acaba quando essa pessoa amada e amada decide sair do nosso lado. No entanto, isso é algo mais comum do que você pensa. Quantas rupturas ocorrerão por dia em todo o mundo?

Bem, com certeza haverá alguns milhares e muitos deles com padrões muito similares: "Eu não sinto mais o mesmo "," Não é para você "," Nós ainda podemos ser amigos ... "," Eu te amo como amigo ". Estas são as frases típicas que dizem aliviar a dor de uma pessoa quando ele sofre uma decepção amorosa.

Na realidade, não importa o que eles nos dizem e como nos dizem. Se alguém decidiu sair do nosso lado (por qualquer motivo), temos apenas que desejar-lhe sorte em sua vida sem ressentimentos.

Pode ser um momento de um grande duelo emocional e certamente você sofrerá. Mas ninguém morreu ainda por falta de amor. E certamente, mais cedo ou mais tarde, você conhecerá outra pessoa que te ama mais e até com quem você se dá melhor. Depois de superá-lo, olhe para o passado com certo senso de humor e perceberá que qualquer buraco pode ser superado.

Decepções no local de trabalho

Olhe para o currículo de qualquer pessoa madura. Seguro que ao longo de sua vida ele teve mais de quatro ou cinco empregos, muito diferentes um do outro. Na verdade, muitos deles podem não ter muito a ver com seus estudos e treinamento, o que nos dá uma ideia de como podemos nos tornar versáteis.

Com isso, queremos dizer que, mais cedo ou mais tarde, teremos que lidar com demissões, clientes mal-comportados, maus pagadores ou chefes despóticos, já que fazem parte do mundo e do ambiente de trabalho.

Além disso, podemos ser demitidos por alguma negligência da nossa parte. Mas também não é o fim do mundo. Quando isso acontece, você apenas tem que aprender com os erros e tentar corrigi-los para que eles não aconteçam novamente no futuro.

Dessa forma, quando nos depararmos com outra oportunidade em um novo emprego, saberemos muito bem quais são nossos pontos fortes e fracos, como profissionais, para poder estimulá-los e sair muito mais reforçados. Você tem que ter em mente que ninguém conseguiu se tornar um professor em seu campo sem ter falhado ou ter enfrentado todos os tipos de decepções.

Decepções amigáveis

Desde que começamos a ter uma certa idade e vamos para o exterior, começamos a conhecer todos os tipos de pessoas que, a longo prazo, podem se tornar amigas para a vida toda. Nesse processo também podemos fazer amizades que pela situação só estarão conosco por um curto espaço de tempo e depois não as veremos novamente. Haverá também outros com quem percebemos que não somos completamente compatíveis, devido a personalidades muito diferentes.

E finalmente, haverá outros que, apesar de serem realmente semelhantes a nós, serão removidos do nosso lado por diferenças intransponíveis. Em suma, certamente, mais cedo ou mais tarde, teremos amigos que, por qualquer motivo, saiam de nossas vidas. E isso pode não ser culpa de nenhuma das partes.

Com tudo isto, queremos dizer-lhe simplesmente que não devemos desmoronar. Aqui acontece um pouco com as decepções do amor. Com certeza, nas próximas semanas, meses ou anos mais pessoas atravessarão nosso caminho com o qual poderemos ter uma amizade que dura a vida toda. Este artigo é publicado apenas para fins informativos. Não pode nem deve substituir a consulta com um psicólogo. Aconselhamos que consulte o seu psicólogo de confiança.

Tiago Brunet - Triste por alguém ter saído da sua vida? (Outubro 2021)