Dicas para evitar cistite em praias e piscinas

O cistite É considerada a segunda infecção mais frequente em nosso país, acometendo principalmente mulheres. É caracterizado por ser um inflamação aguda ou crônica da bexiga urinária, com infecção ou sem ela. Entre suas causas mais comuns ou usuais, encontramos a infecção por bactérias, destacando-se acima de tudo Escherichia coli.

Precisamente para que um germe produza cistite, em primeiro lugar deve colonizar a urina da bexiga, para subsequentemente produzir uma resposta inflamatória na mucosa da bexiga.

No verão, e sobretudo devido ao uso diário de banhos em praias e piscinas, muitas vezes há muitos casos de cistite, principalmente devido à mudança de temperatura entre a água e o exterior, que causa um resfriamento súbito que afeta a barriga e a área vaginal. Por outro lado, não podemos esquecer o umidade que permanece nas roupas depois do banho, o que favorece o crescimento de bactérias e microorganismos.

Como prevenir a cistite em praias e piscinas

Tendo em conta que uma das causas mais comuns de cistite é a incapacidade de continuar com os hábitos de higiene adequados, como ficar com a roupa molhada depois do banho enquanto estivermos na praia ou na piscina, é possível evitá-la seguindo uma série de dicas básicas:

  • Evite ficar com o maiô molhado: tendo em conta que é uma das condições que mais favorece o aparecimento de cistite, é aconselhável levar sempre outra muda de roupa de banho com a qual se possa mudar depois de ter tomado banho.
  • Evite mudanças bruscas de temperatura: especialmente quando entrar na água. É mais aconselhável entrar pouco a pouco, molhando cada parte do corpo com paciência e sem pressa para evitar precisamente as mudanças súbitas de temperatura.
  • Usa roupas íntimas de algodão: as vestimentas internas feitas com material sintético tendem a favorecer a transpiração e, com ela, a proliferação de micróbios.
  • Evite usar roupas apertadas: as razões são praticamente as mesmas de quando usamos roupas íntimas sintéticas. Quando usamos roupas apertadas, tendemos a favorecer a transpiração.
  • Use sabonetes neutros: especialmente na limpeza da área íntima. Não é aconselhável usar sabonetes perfumados e sim neutros, muito mais específicos para essa área sensível.

Os sintomas mais frequentes da cistite:

  • Mais desejo de urinar, mesmo durante a noite.
  • Dor intensa sobre a bexiga.
  • Febre (acima de 38ºC).
  • Queima e dificuldade em urinar.
  • Urina turva e fedorenta.

Imagem | Gabriel Jorby Este artigo é publicado apenas para fins informativos. Não pode e não deve substituir a consulta com um médico. Aconselhamo-lo a consultar o seu Trusted Doctor. TemasVerão

Infecção Urinária | Especial GRAVIDEZ | O que comer para Curar e Evitar (Janeiro 2022)