Tristeza de Natal: dicas para superá-lo

Festa, alegria e diversão. Eles são característicos do Natal, mas também o tristeza por saudade, perda de um ente querido, separaçãoou simplesmente porque hoje em dia nos tornam mais melancólicos que o normal.

É importante superar e lidar com tais situações porque, de outro modo, isso pode levar a uma depressão antes e depois do Natal. Anote as nossas dicas para impedir pensamentos negativos durante as férias.

Dicas úteis para superar a tristeza do Natal

Faça os outros se sentirem especiais

É hora de tornar as pessoas ao nosso redor mais especiais. Mas não apenas fazendo presentes, mas estando ao seu lado, indo ao cinema, contribuindo com o que ele realmente precisa e fazendo os outros felizes.

Este é um tipo de bem recíproco que muitos psicólogos aconselham colocar em prática para aumentar a auto-estima e sentir-se útil. Entre as milhares de ações que podem ser feitas durante estes dias, é importante ajudar os outros, ou seja, os mais desfavorecidos, acompanhando os necessitados em suas tarefas, fazendo parte de bancos de alimentos ou ações de voluntariado.

Cerque-se de entes queridos

Do nosso parceiro, nossos filhos, familiares ou amigos mais amados. Com estes podemos organizar jantares, festas e outras ações, como saídas. É importante não ficar sozinho nos momentos mais difíceis, embora você tenha que saber viver com tristeza em um curto período de tempo.

Excursões, viagens ... quebrando a norma

Embora haja muitas pessoas que vão de férias durante a época de Natal, a tradição marca a passagem da véspera de Natal com a família ou uma festa no final do ano. Se pensar nessas situações pode aumentar a tristeza, então é hora de fazer coisas diferentes. Não é fugir da realidade, é ter um tempo melhor.

Quebrar as regras também é válido e pode-se fazer viagens, ficar em uma casa rural, fazer excursões a parques naturais, fazer esporte ... Em suma, fazer o que quiser sem ser submetido às ações de Natal.

Visite o profissional antes do Natal

Se gastamos isso por anos e não sabemos como enfrentar a tristeza no Natal, talvez seja hora de ir ao profissional que nos ajuda a canalizar as férias muito melhor. Isso deve ser feito antes de colocar em prática as práticas que o profissional aconselha.

Bons pensamentos

O anseio e o pensamento de que tudo era melhor antes pode levar a uma espiral de sentimentos e pensamentos negativos que, às vezes, é difícil de controlar. Aprender a redirecionar a negatividade é a única maneira de ser mais otimista.

Para nos concentrarmos em coisas positivas, vamos pensar em como somos bons, o que nos faz felizes, em distrações, em cantar, dançar ou procurar inspiração para criar momentos nos quais prevemos que podemos nos tornar mais toleráveis.

Lembrando aqueles que não são

Uma grande parte das pessoas costuma ter dificuldades no Natal quando se lembra das pessoas que não estão mais lá. Sentir alguma tristeza é normal, mas para superá-la podemos dedicar um momento do dia a essa pessoa.

Encontre uma foto ou uma lembrança e seja feliz com os momentos felizes que passaram ao seu lado. Fora desse momento do dia, devemos nos concentrar em jantares, refeições e outras coisas, porque já reservamos um tempo para lembrar, mesmo que essa pessoa esteja sempre presente em nossa mente.

Marque uma lista de bons propósitos

É uma ação bem agitada quando começamos um novo ano. Mas desenhar uma lista do que queremos alcançar nos ajuda a atingir uma série de metas na vida. Isso nos leva a nos mover, a desejar coisas e propósitos e a nos concentrar em tudo que nos faz esquecer o que nos deixa mais tristes.

Podemos começar esta lista, porque não, no momento em que o Natal começa e não esperar no início do ano, e colocá-lo em prática imediatamente.

Não aos conflitos familiares

Além do estresse, algumas reuniões familiares podem nos deixar tristes. É melhor evitar todo tipo de desentendimento. Para isso, jogos, conversas divertidas ou comentários em programas de televisão são viáveis. São distrações que terminam com monotonia e argumentos familiares. Este artigo é publicado apenas para fins informativos. Não pode nem deve substituir a consulta com um psicólogo. Aconselhamos que consulte o seu psicólogo de confiança. TemasNatal

Morte Do Ego 3.0 [O Ciclo do Sucesso + Promoção de Natal] (Agosto 2019)