Cuide da flora intestinal para evitar inchaço e gases

Há alguns dias o livro acabou de ser apresentado As maravilhas da flora, escrito pelo médico e divulgador Margarita Mas Sardá, e que contou, por sua vez, com a colaboração de Alicia Costa (nutricionista-dietista) e o modelo e escritor Judit Masco. Este é um livro extremamente interessante publicado pela Editorial Amat, que o aproxima de tudo o que há para saber sobre a nossa própria flora intestinal, com infográficos, dicas, dietas e informações adicionais a serem aplicadas todos os dias para cuidar do nosso bem-estar.

Como você certamente sabe, nosso sistema digestivo (particularmente nosso trato digestivo) é colonizado por bactérias vivas, cuja comunidade microbiana é popularmente conhecida como a flora intestinal, que é essencial tanto para nossa saúde quanto para nosso próprio bem-estar.

Principalmente são várias as funções que realizam: ajuda na digestão dos alimentos e na absorção de seus nutrientes; aumenta a resistência a infecções; prevenir o crescimento de bactérias responsáveis ​​por distúrbios do trânsito, entre outros.

Mas para manter essa comunidade bacteriana "em bom estado", é necessário saber como cuidar da flora intestinal. E não apenas para gozar de boa saúde, mas também para evitar um certo desconforto digestivo, como inchaço e gases.

Devemos ter em mente que dentro do nosso trato digestivo todos nós temos gases, em parte os produzimos e em parte os incorporamos de fora através da comida. Esse gás pode causar desconforto, como sensação de inchaço, inchaço, desconforto e até dor. Você sabia que o aumento na quantidade de gás depende não apenas da dieta, mas da composição da flora intestinal? Por isso, é importante cuidar da sua variedade e equilíbrio, sempre com base em uma dieta boa e correta.

 

Como cuidar da nossa flora intestinal e assim evitar os gases?

  • Ferva os legumes em abundância de água, deixando-os repousar por uma hora na água de cozimento, desta forma você irá reduzir a quantidade de gás que eles produzem.
  • Limitar o consumo de vegetais que causam gases, como é o caso do feijão, repolho, aipo, cebola, alcachofra, brócolis, feijão e couve de Bruxelas.
  • Introduzir alimentos integrais em sua dieta, sempre de forma progressiva para ajudar o intestino a se adaptar.
  • Inclui 2 produtos lácteos fermentados com probióticos.
  • Sempre coma refeições menores e mais frequentes, comendo cinco vezes ao dia, em vez de duas. Desta forma, o intestino pode digerir melhor os alimentos.
Este artigo é publicado apenas para fins informativos. Não pode e não deve substituir a consulta com um médico. Aconselhamo-lo a consultar o seu Trusted Doctor. TemasDistúrbios gastrointestinais

5 sucos para desinflamar o estômago e evitar gases (Setembro 2021)