Antioxidantes na nutrição esportiva

Não há dúvida de que a prática de exercício físico torna-se essencial para desfrutar de boa saúde, ajudando-nos a prevenir o sobrepeso ou a obesidade e todas aquelas doenças associadas (como doenças cardiovasculares ou diabetes, entre outras), e a desfrutar de um peso muito mais saudável.

Além disso, o exercício é essencial para fortalecer os músculos, para nos manter ativos e em boa forma, e até para reduzir o estresse nas pessoas que estão muito ansiosas e nervosas.

A chave? Nós achamos isso especialmente em praticar exercícios físicos pelo menos 3 vezes por semana, de 30 minutos a 1 hora. Os melhores exercícios: correr, andar rápido, nadar ou andar de bicicleta.

No entanto, é verdade que Exercício físico tende a sobrecarregar o corpo com radicais livres, que pode causar danos nos músculos e nas células. É por isso que muitos nutricionistas e atletas enfatizam a importância de seguir um dieta saudável e equilibrada, uma vez que é a melhor maneira de contribuir para o nosso corpo antioxidantes que você precisa precisamente para lutar contra os efeitos mais nocivos que esses mesmos radicais livres causam.

Uma ótima opção é saber quais são os melhores antioxidantes na nutrição esportiva, de modo que certos nutrientes não estão faltando em nossa própria nutrição esportiva.

Os melhores antioxidantes para atletas

  • Selênio: é um mineral que está ligado ao correto funcionamento do glutationa peroxidase, uma enzima antioxidante encontrada no corpo e protege-a do efeito degradante dos hidroperóxidos formados endogenamente. Nós achamos isso especialmente em frutas e vegetais frescos, cereais, ovos, peixes e carnes.
  • Zinco: é outro mineral interessante na nutrição esportiva, pois favorece e participa na formação de novas proteínas e na própria renovação muscular, melhorando inclusive nossas defesas. Nós podemos encontrá-lo em leguminosas, ovos, peixe, carne e carnes de órgãos.
  • Beta-caroteno: é a famosa provitamina A, que pertence à família dos carotenóides. Sua importância é que tem uma importante ação antioxidante, além de proporcionar efeitos benéficos no envelhecimento e nos processos inflamatórios. Nós achamos isso em vegetais verdes e vermelho-alaranjados.

Imagem | VegaTeam Este artigo é publicado apenas para fins informativos. Você não pode e não deve substituir a consulta com um nutricionista. Aconselhamo-lo a consultar o seu nutricionista de confiança.

Nutrição Esportiva: Colágeno: Usar ou não para enrijecimento muscular? - Dra. Letícia Azen (Dezembro 2019)